O Grupo Parlamentar do Juntos pelo Povo (JPP) associa-se às preocupações dos bananicultores, no que concerne à questão da pesagem e da classificação da banana, que todos os dias é entregue nos armazéns da Gesba – Empresa de Gestão do Setor da Banana.

Na próxima semana, na Assembleia Legislativa da Madeira, vai ser discutido o projeto de resolução do JPP, que recomenda ao Governo Regional a aplicação de medidas mais transparentes na pesagem e seleção da Banana da Madeira.

“Os produtores de banana queixam-se frequentemente de um mau trabalho no que concerne à pesagem e à classificação efetuada pela gestão a cargo da Gesba. Entregam muitas toneladas de banana, que muitas vezes são mal classificadas. Por exemplo, um agricultor que entregue 20 cachos de banana, o que equivale aproximadamente a 250 euros, no final só tem direito a 100 euros e os agricultores não sabem porquê. Esta metodologia não é pública, existe uma obstaculização à entrada destes produtores que tentam acompanhar o processo nas instalações da Gesba”, explicou o deputado Rafael Nunes, esta manhã, junto às instalações da Gesba, em Santa Rita.

O JPP pretende “trazer mais transparência a este processo e credibilidade das próprias instituições públicas” e vai por isso recomendar ao Governo Regional, através da discussão do diploma no Parlamento, que “intervenha e que defina quais os critérios a adotar, para que este processo de pesagem e classificação da banana seja feito com mais rigor e objetividade”.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This