O JPP esteve esta manhã junto à antiga Associação Comercial e Industrial de Machico, criada em 1996, para apresentar uma das medidas a implementar pelo JPP para revitalizar o tecido empresarial do Concelho.

Carlos Costa, candidato do JPP à Câmara Municipal, lamentou o encerramento desta Associação que “foi um organismo associativo empresarial fundamental em Machico na canalização e atração de empresas” e que, segundo o porta-voz, permitiu fixação e o sucesso de várias empresas no Concelho.

“Acontece que esta Associação desapareceu. Está desativada e o JPP acredita que a Câmara no âmbito das suas competências materiais tem de substituir-se a esta Associação e promover a atração de novos investimentos e novos apoios”.

Carlos Costa lembrou que a bazuca, com as verbas que estão a chegar do PRR é um canal que tem de ser aproveitado. “É preciso, rapidamente, junto do Instituto de Desenvolvimento, procurar os meios financeiros para poder acudir e ajudar as empresas a recapitalizá-las, a ajudar a promover medidas e ideias empreendedoras de forma a que queiram sediar-se cá”, frisou.

“A nossa candidatura tem um grande propósito e também constando nas atribuições das autarquias locais e no regime jurídico tem a obrigação de se adiantar”, referiu.

“Sabemos que em Machico, 75% das nossas empresas estão sediadas e canalizadas para o setor terciário, à base de serviços e comércio e é preciso proteger estas empresas e os empregos. Tem de existir uma plataforma interna que procure e canalize os meios próprios para a autarquia no sentido de depois poder ajudar e distribuir pelas empresas”, destacou.

“E como? Promovendo feiras, criando ações promocionais, no sentido de atrair a entrada de novas empresas e também promovendo as empresas já  existentes, criando riqueza e ajudando Machico a crescer, a criar emprego e a engrandecer”, concluiu.

Pin It on Pinterest

Share This