O Juntos pelo Povo (JPP) esteve, esta manhã, em Santa Cruz, para alertar sobre a necessidade de um apoio mais efetivo aos emigrantes, que estão a regressar da Venezuela.

Filipe Sousa destacou a circunstância da autarquia de Santa Cruz estar a receber cada vez mais pedidos de ajuda, principalmente para recuperação de habitações. Situação que o JPP sabe que ocorre também em outros concelhos.
“Estes emigrantes pretendem, muitas vezes, recuperar habitações que eram dos seus pais e enfrentam um grande problema que é o de fazer face aos custos que essas recuperações envolvem. É claro que a Câmara de Santa Cruz tem um programa de apoio à reabilitação de imóveis, mas o volume de obras necessário para recuperar as habitações em causa vai além daquele apoio que nós disponibilizámos”, afirmou Filipe Sousa.
Por esta razão, o presidente do JPP anunciou que o Grupo Parlamentar do JPP na Assembleia Legislativa da Madeira irá apresentar um Projeto de Resolução para que o Governo Regional cative uma verba em sede de Orçamento Regional destinada especificamente à reabilitação das habitações dos emigrantes radicados na Venezuela e que agora regressam à sua terra.
Filipe Sousa aproveitou, ainda, a oportunidade para vincar que o Governo Regional está a descartar essas pessoas que regressam à Madeiras, e a prova disso é que bem recentemente encerrou o Gabinete de Apoio ao Emigrante. Situação que o JPP lamenta, principalmente por não saber quais as razões que estiveram na origem dessa decisão.
“Quando há famílias que deixaram esta terra à procura de melhores condições de vida, e agora, veem-se confrontados com graves problemas no país de acolhimento e querem regressar à sua terra, tem de haver uma medida social que as ajude a se fixarem no território que deixaram há largos anos”, sublinhou, lamentando que o executivo regional esteja mais preocupado com as eleições do próximo ano do que com as pessoas.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This