Após reunião com o Vice-presidente relativamente ao ORAM 2020 – Orçamento da Região Autónoma da Madeira para 2020, o líder parlamentar do Juntos pelo Povo, Élvio Sousa, destacou alguns dos assuntos que deverão merecer, por parte do Governo Regional PSD/CSD, forte atenção.

Realçou a necessidade de reduzir impostos ao setor empresarial da Região, como principal alavanca da economia e promotor de empregabilidade.

Élvio Sousa relembrou o esforço de todas as famílias e empresas nos últimos anos, ao abrigo do programa de ajustamento financeiro a que foram condicionados sendo por isso necessário “tomar medidas efetivas nesse sentido”.

“Como todos sabeis, perdemos por via da dívida, o diferencial fiscal” que permitia um maior desafogo dos cidadãos, das famílias e das empresas.

O deputado frisou a “mancha negra” no currículo orçamental da responsabilidade do anterior Governo PSD, com o aumento da “dívida que subiu, em 2019, mais de 200 milhões euros relativamente a 2018. “Esta é uma fatia significativa quase equiparada às transferências da República para a Região”.

Élvio Sousa concluiu pedindo a este Governo Regional PSD/CDS que seja “menos despesista e que alivie os tormentos das famílias das empresas e das famílias” permitindo maiores índices de poupança e desagravamento fiscal para dinamizar a economia e criar postos de trabalho.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This