Foi com grande satisfação que, no passado fim de semana, o partido Juntos pelo Povo comemorou o seu IV Aniversário na companhia de centenas de pessoas, um povo que saiu à rua sem medo das críticas, de peito aberto para apoiar o que pensa ser o melhor, partindo da experiência adquirida e das provas dadas.

O percurso do JPP, sempre repleto de desafios, com mais vitórias do que derrotas, superado com muito trabalho, dedicação e responsabilidade, foi orientado por líderes com mestria e discernimento sobre os assuntos mais importantes a abordar quer nas autarquias locais, quer na assembleia regional. A experiência reunida, desde há muitos anos na qualidade de movimento popular, permitiu ao JPP ter quadros coesos nos mais diversos espaços onde participa e fazer deste jovem partido um alvo a abater por parte dos partidos tradicionais e, até mesmo, de grupos económicos e da comunicação social, habituados ao círculo fechado e elitista da política.

Dentro em breve, abraçaremos novos combates políticos. No caminho futuro, trilhado pelo mapa presente, estamos certos da nossa capacidade para governar, como já o provámos no concelho de Santa Cruz. Durante este primeiro mandato, na assembleia regional, o JPP esteve ao lado das empresas e das famílias, propondo incentivos fiscais, redução no IRS, IRC e IVA; exigiu que o governo apoiasse as famílias, de forma progressiva; apelou à gratuitidade dos manuais escolares, à fiscalização da alimentação fornecida nas escolas, ao reforço do equipamento informático, dos assistentes operacionais e à composição de equipas multidisciplinares e exigiu a revitalização das escolas encerradas.

No campo social, é do nosso entender que, em vez do dinheiro mal investido em acordos ruinosos como as parcerias público-privadas e as sociedades de desenvolvimento, o governo canalizasse verbas para um apoio financeiro ao doente oncológico deslocado da região e aos pensionistas com baixos rendimentos, paralelamente ao reforço de projetos de comunidade, de forma a reduzir o isolamento e a solidão social das zonas rurais.

No campo da saúde, urge assegurar médicos de família para todos e resolver os problemas das listas de espera para cirurgia, consulta ou exames de diagnóstico. Grave também é constatar as centenas de altas problemáticas, muitas delas pessoas que merecem cuidados paliativos recheados de calor humano e sensibilidade e que definham nas instituições que delas se querem ver livres.

Neste evento comemorativo do IV Aniversário do JPP foi anunciado, pelo presidente do Partido, o nome do cabeça de lista às Eleições Legislativas Regionais de 2019. O nome de Élvio Sousa despontou uma ovação e um sentimento de unanimidade entre os presentes, num reconhecimento público pelo trabalho realizado ao longo de vários anos, sublinhado pela sua capacidade de liderança. O JPP avançará sem medo, irá à luta sozinho, longe dos caciques e do tráfico de influências que corre nas veias dos partidos tradicionais.

*Artigo de opinião publicado no Tribuna da Madeira / 01-02-2019

Patrícia Spínola

Deputada Parlamentar at Juntos pelo Povo
Professora licenciada em Ciências da Educação – 1º Ciclo do Ensino Básico pela Universidade da Madeira; Pós-Graduada em Habilidades Sociais e Competências Profissionais para a Gestão em Organizações Públicas e Privadas pela Universidade de Cádiz; Mestranda em Ciências de Educação – Supervisão Pedagógica, na Universidade da Madeira; Deputada Municipal no concelho de Santa Cruz; Membro da Comissão Alargada da CPCJ-Santa Cruz.
Patrícia Spínola

Latest posts by Patrícia Spínola (see all)

Observação:

– A responsabilidade das opiniões emitidas nos artigos de opinião são, única e exclusivamente, dos autores dos mesmos, pois a defesa da pluralidade de ideias e opiniões são a base deste espaço criado no site;
– Os posicionamentos ideológicos e políticos do JPP não se encontram refletidos, necessariamente, nos artigos de opinião contemplados nesse mesmo espaço de opinião.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This