O JPP colocou o Governo Regional da Madeira em tribunal por 27 vezes, foi a única forma de “obrigar o Governo a facultar documentos, projetos e estudos que são pagos com o erário público e que devem ser do conhecimento de toda a população.”

Élvio Sousa lamenta a falta de cooperação do executivo de Miguel Albuquerque e lembra que os papéis solicitados, não são “papelinhos, são documentos, estudos e projetos, dinheiro do erário público, gasto durante estes 40 anos de autonomia.”

“Nós já apanhamos o Governo Regional a mentir, em diversas situações, no projeto ferry da União Europeia e nas entidades reguladoras da República Portuguesa, mas há mais assuntos em que o Governo Regional falta à verdade à população.”

O JPP continua, como é seu apanágio, em contacto permanente com a população e promete levar sempre a verdade e a transparência às pessoas. Ontem, na baixa do Funchal, foi mais um dia de ouvir quem vive o dia a dia madeirense.

 

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This