O Juntos pelo Povo (JPP), dando seguimento à promessa de fiscalizar os atos de administração do Governo Regional da Madeira, continua a demonstrar aos cidadãos onde é que tem sido gasto o dinheiro dos contribuintes.

Em conferência de imprensa, esta manhã na Assembleia Legislativa da Madeira, Élvio Sousa revelou alguns dos gastos da anterior Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura (SRETC), no período entre maio de 2015 e final de 2017.

“Foram gastos mais de 6 milhões, em cerca dois anos de mandato, e entre as despesas efetuadas o JPP destaca 4,3 milhões gastos em estudos e pareceres, entre outros, sobre a temática da operação portuária, sobre o ferry, transportes rodoviários, assessoria fiscal, parque empresarial da Cancela e Heliporto do Funchal”, salientou, referindo-se ainda a despesas com advogados: “precisamente 1,1 milhões, dos quais mais de 700 mil euros para uma única sociedade de advogados, ou seja, cerca de 38 mil euros ao mês, para gastos em assessoria jurídica”.

O deputado do JPP enumerou ainda mais algumas despesas:

– 200 mil euros para estudos do setor turismo, entre as quais quase 40 mil euros para a ‘aquisição de serviços para implementação de taxas turísticas na RAM’; Mais de 171 mil euros para despesas do Museu do Automóvel Clássico; Mais de 55 mil euros para formação pessoal e recortes de imprensa, dos quais se destacam mais de 12 mil euros para ‘serviços de coaching e assessoria de comunicação personalizada ao secretário regional da Economia, Turismo e Cultura’.

 

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This