Os autarcas do JPP apresentaram, hoje, numa iniciativa política em Santa Cruz, uma medida social no sentido de isentar os estudantes universitários dos custos de autenticação do documento identificativo. Relembre-se que nesta semana foi tornado público pelo Conselho de Governo recentes alterações ao programa “estudante insular” e ao regulamento de apoios específicos aos passageiros. Uma dessas alterações, e que está a deixar os estudantes e as suas famílias agastadas com a situação, prende-se com uma informação que os estudantes receberam do Governo a solicitar uma cópia certificada do cartão de cidadão até o dia 6 de fevereiro.

À comunicação social Élvio Sousa referiu que “Perante esta situação, que está a deixar consideravelmente agastados os estudantes e as suas famílias, as juntas de freguesia do JPP do Município de Santa Cruz, após reunião extraordinária de ontem, deliberaram conceder a título gratuito a emissão da autenticação de documentos necessários para o programa estudante insular. Esta decisão foi tomada, após a procura dos serviços da junta para a certificação de documentos e depois estudantes terem recebido uma notificação de entrega da documentação até ao próximo dia 6 de fevereiro”.

Acrescentou, entretanto, que “dada a situação socioeconómica das famílias, e ao caráter excecional da solicitação dos serviços do governo que vem burocratizar e custear um direito dos estudantes, só uma instituição insensível do ponto de vista social ficaria alheia à tomada de uma medida social desta natureza. “ Por isso, na sequência da ação social das freguesias, Élvio Sousa advertiu: “Faço ao apelo aos estudantes universitários e às suas família, que podem a partir da segunda-feira, dia 3 de fevereiro, procurar os serviços das juntas de freguesia do concelho (Caniço, Gaula, Camacha, Santa Cruz e Santo António da Serra) para a certificação do cartão de cidadão a título gratuito.”

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This