O Grupo Parlamentar do Juntos pelo Povo (JPP) pretende requerer, pela primeira vez, a convocação de cidadãos utentes do SESARAM, para ouvir em depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito aos serviços prestados pelo referido Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E.

“Além dos cidadãos anónimos, o JPP apresentará igualmente para audição de inquérito, os vários representantes das ordens dos médicos, farmacêuticos e enfermeiros, como também os ex-presidentes do conselho de administração Dr. Miguel Ferreira e Dr.ª Sidónia Nunes; o ex-diretor clínico Dr. Eugénio Mendonça, a atual diretora dos serviços farmacêuticos do Hospital Dr. Nélio Mendonça, Dr.ª Helena Jardim, bem como a anterior Dr.ª Martinha Garcia”, revelou Élvio Sousa esta manhã, em conferência de imprensa na Assembleia Legislativa da Madeira.

O deputado do JPP adiantou que “está a ser preparada a proposta de metodologia de trabalho para a Comissão Parlamentar de Inquérito ao SESARAM, que visará apurar, entre outros aspetos, as causas das lista de espera quer para consulta, quer para cirurgias; as razões para a recorrente falta de material hospital e farmacêutico; as razões para a desmotivação generalizada dos profissionais de saúde, enfermeiros, médicos, assistentes operacionais; apreciar as responsabilidades do Governo Regional na degradação e qualidade dos serviços prestados; compreender a evolução dos custos do SESARAM sem a respetiva melhoria do serviço”.

Recorde-se que a proposta, apresentada pelo JPP em novembro, “foi constituída por um quinto dos deputados em efetividade de funções e, portanto, obrigatoriamente constituída, não estando assim sujeita ao crivo da maioria parlamentar do PSD, porque se assim fosse teria um chumbo generalizado”.

Agora, o JPP “espera que a maioria PSD não bloqueie o funcionamento e a vontade democráticas de um quinto dos deputados, que assim entendem apreciar, ouvir e inquirir a realidade da saúde na RAM, – sem crivos que revelam incómodo.”

Élvio Sousa abordou a proposta de metodologia de trabalho para a Comissão de Inquérito ao SESARAM

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This