O Juntos pelo Povo (JPP) foi hoje ao Caniçal relembrar mais uma promessa falhada do Governo Regional PSD que pretendia baixar os preços das mercadorias na Região.

“Ainda não o cumpriu e dificilmente o fará perante o atual cenário. Baixar os preços das mercadorias da Região não depende do Governo da República e sim do Governo Regional que continua a castigar os madeirenses e porto-santenses com o Plano de Assistência Económica e Financeira, além de terem de pagar um custo de vida mais caro, atendendo aos preços das mercadorias, que ainda não baixaram”, explicou o deputado Élvio Sousa.

O JPP aproveitou a ocasião para dar a conhecer “a recusa da Direção Regional do Trabalho e da Ação Inspetiva em fornecer os relatórios da inspeção feitos ao porto do Caniçal, em julho e setembro deste ano, o que demonstra que o Governo está a esconder alguma situação”.

Élvio Sousa garante que “o JPP quer ver esta situação clarificada”, bem como a questão relativa à constituição de uma nova empresa de trabalho portuário – a ETPMAR:

“O executivo regional está em silêncio, mas gostaríamos de saber se a autoridade portuária da Região, a APRAM, já licenciou esta empresa para os devidos efeitos”.

O líder parlamentar referiu ainda que o JPP “está solidário com a situação que está a suceder com os trabalhadores precários do porto do Caniçal, muito deles contratados ao dia”. Por isso, o Juntos pelo Povo vai continuar “a acompanhar esta situação da operação portuária, através de uma audição parlamentar e de um voto de protesto”.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This