O Juntos pelo Povo (JPP) vai apresentar uma proposta de alteração ao Decreto Legislativo Regional, 4/2000/M de 31 de janeiro, para a eleição do cargo de presidente do Conselho Executivo e de Diretor de Escola, no sentido de ser introduzido novo ponto no artigo 30º, que visa limitar o número de mandatos.

“Sendo um cargo executivo, eleito, o JPP considera ser justo e sensato que haja um número limitado de mandatos. A proposta do JPP é para uma limitação a 3 mandatos consecutivos, o equivalente a 12 anos. Ou seja, após ter concluído os 3 mandatos consecutivos, não pode assumir um novo mandato durante o quadriénio imediatamente subsequente ao último mandato consecutivo permitido”, explicou o deputado Paulo Alves, esta manhã, junto à escola básica e secundária de Santa Cruz.

No entender do JPP,  esta medida vai dar oportunidade a outros professores, com formação adequada para ocupar o cargo executivo, que pretendam dar o seu contributo na gestão da escola, com novos projetos, novas ideias.

“Consideramos que, na Madeira, algumas escolas têm uma cultura de que este cargo é vitalício e isso não é benéfico para o ensino”, ressalvou.

Desta forma, Paulo Alves salienta que “a limitação para 3 mandatos consecutivos vai trazer vantagens para as escolas da Região e consequentemente para os nossos alunos”.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This