Perante uma situação que está a preocupar muitos agricultores e regantes, confrontados unilateralmente com um aumento substancial da água para regadio, o Juntos pelo Povo (JPP) vai solicitar explicações urgentes à Secretária Regional do Ambiente e Recursos Naturais.

Muitos agricultores têm manifestado ao JPP o seu descontentamento, revelando que as facturas de água de regadio têm que ser liquidadas até ao início de dezembro do presente ano, muitas a ascenderem mais de 100% dos valores do ano passado, segundo o descritivo da faturação que aponta para o pagamento de “água de regadio para uso predominantemente não agrícola de propriedade” quando, na verdade, os agricultores mantêm os terrenos cultivados.

No decorrer desta semana o JPP identificou mais de vinte casos, que configuram um claro abuso da empresa ARM sobre os cidadãos.

Esta segunda-feira, 30 de outubro, o JPP fará seguir, através do Grupo Parlamentar, um pedido urgente de informação para a secretaria liderada por Susana Prada, a fim de ser dada uma resposta cabal a este problema.

 

O líder do Grupo Parlamentar

Élvio Sousa

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This