O Juntos pelo Povo (JPP) apresentou hoje, em conferência de imprensa na Assembleia Legislativa da Madeira, um conjunto de propostas, tendo em vista o Orçamento Regional para 2018.

“De uma forma resumida, pode-se dizer que apostamos em medidas para criar emprego e para a área social. O JPP defende uma redução fiscal, mas de uma forma gradual e responsável para não colocar em causa a sustentabilidade das contas públicas”, começou por salientar Élvio Sousa, antes de especificar algumas propostas:

– Redução gradual fiscal para o IRS e para as empresas, redução dos impostos sobre os produtos petrolíferos para as taxas em vigor no continente, medida que está a aguardar discussão na Assembleia Legislativa Regional. Para as medidas sociais, entre outras, o JPP prevê o reforço dos assistentes operacionais em vários setores, mas em especial para a Saúde, tendo em conta que os recursos humanos existentes se encontram sobrecarregados com trabalho extra, sem folga e sem férias.

Ainda no setor da Saúde, o JPP propõe um apoio financeiro complementar ao doente oncológico, que esteja a fazer tratamentos fora da Região. “Temos vindo a denunciar que estes reembolsos se fazem tardiamente, com grande prejuízo para a economia familiar e também ao nível psicológico. E sobre esta situação, o PSD está a fazer ‘ouvidos de mercador’ escondendo a realidade e demonstrando propaganda como é seu apanágio”, afiançou o líder do Grupo Parlamentar.

Sobre a possibilidade das propostas do JPP serem incluídas no Orçamento Regional, Élvio Sousa lembrou que “este PSD que se diz renovado muito raramente aceita uma proposta do Juntos pelo Povo para melhoria da qualidade de vida da população”.

Artigos Relacionados

Pin It on Pinterest

Share This